PV Truck Implementos Rodoviários | Estrutura
PV Truck Implementos Rodoviários | Estrutura
241
page-template-default,page,page-id-241,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1200,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Estrutura

  • Acoplamento d carga-caminhão

É o sistema que tem como peças o pino-rei, a mesa do pino rei e a quinta roda. De suma importância para o carregamento, precisa sempre estar em condições de uso, pois uma quebra ou falha neste sistema, pode acarretar graves acidentes, colocando em risco vidas humanas.

 

  • Pino rei

É o pino de acoplamento entre a carga e o cavalo. Deve ser resistente para aguentar os esforços imprimidos nele.

 

  • Mesa do pino-rei

É o suporte para o item pino rei. É nele que o pino está preso ao resto da carga.

 

  • Quinta roda

Sistema instalado na traseira do caminhão. É onde vai o pino-rei, e por consequência, lugar que vai guiar a carga e suportar os esforços de resistência do carregamento. O sistema é mais complexo dos três que compõe o acoplamento, e requer atenção especializada para sua manutenção.

 

  • Para-choque fixo e móvel

O para choque tem o objetivo de proteger o veículo ou sua carga de choques menores, o que leva a custos menores de reparação se comparado com os valores relativos ao conserto de um chassi ou outra parte mais nobre.

 

  • Caixa de carga (Baú)

É o local onde a carga fica, tem dimensões e características conforme o tipo de carga e as normas técnicas.

 

  • Suporte de Cones

Segundo as normas da ABNT, caminhões que levem determinados tipos de carga, especificados na norma, precisam levar também cones. Para isso, são instalados os suportes para que o caminhão possa levar os cones sem riscos.

 

  • Suporte Extintor

O extintor de incêndio pode ser o diferencial em alguma situação de grande risco, portanto um suporte confiável é fundamental em um caminhão.

 

  • Suporte de Estepe

O estepe é fundamental em uma viagem, e um suporte de confiança é primordial.

 

  • Chassis reforma

A função do chassi é suportar todo o peso do carregamento, e ainda comportar os sistemas de locomoção e segurança. Um chassi em más condições pode comprometer todos os sistemas contidos nele, e ainda a carga, em contraste com um em boas condições, que provê segurança ao motorista. O chassi, ao contrário de alguns outros sistemas, pode ser reformado e ainda ficar em condições perfeitas de funcionamento.

 

  • Para-barro

Proteção que fica acerca das rodas do veículo para que a lama não seja jogada para cima ao passar sobre a mesma, faz também a contenção de pedregulhos e detritos menores que os sulcos dos pneus acabem tirando do solo.

 

  • Para-lama

Maciço, impede que o barro suba e atinja outros veículos, pessoas ou mesmo a carga.

 

  • Conjunto do pé mecânico

É um sistema que usa de uma haste com uma base chata. Tem comprimento regulável. Atua na parada da carga, levantando o chassí e provendo maior estabilidade, tanto relativo ao giro das rodas quanto ao tombamento do caminhão quando este sofre esforços laterais.

 

  • Faixas refletivas laterais – 3M

As faixas refletivas, levam no nome sua função, a de refletir a luz. Auxiliam de grande forma os motoristas a evitarem acidentes uns com os outros, principalmente em situações com visibilidade de longo alcance comprometida, como em chuva forte ou neblina, as faixas refletivas ajudam os outros motoristas a perceberem as reais dimensões do veículo minimizando assim o risco de acidentes com o próprio caminhão ou com terceiros.

 

  • Faixas refletivas para-choque – 3M

As faixas no para-choque, tem suas faixas diagonais, e devem sempre ser vistoriadas, pois impactos normais e consertos, podem comprometer suas propriedades reflexivas e então terem de ser trocadas para atender as normas vigentes.

 

  • Alinhamento

Para ter sua eficiência máxima, os veículos e cargas devem estar com seu alinhamento em dia, nesta situação, o desempenho, consumo de combustível e consumo de rodas atingem seu ponto ótimo. Equipamentos desalinhados, levam a desequilíbrio, o que aumenta o consumo de pneus, o risco de acidentes, os esforços nos sistemas de freio e direção e também o gasto de combustível. Pelo custo baixo do procedimento e a economia em combustível, gasto de pneus e desgaste em peças mecânicas.